Foto: Anderson Tozato/O Estado

Henrique Meirelles: "crescimento vigoroso".

O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, afirmou ontem que a taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre, de 1,4% ante o trimestre anterior, mostra que o País está ?em um momento de crescimento vigoroso de sua economia?. Meirelles destacou que é preciso evitar comparações com os indicadores de PIB trimestral de outros países que divulgam essa taxa de forma anualizada.

?Se anualizássemos essa taxa do primeiro trimestre, o crescimento do PIB seria de 5,7%?, afirmou. Meirelles destacou ainda que esse processo de crescimento é hoje liderado pela demanda interna, o que, segundo ele, traz mais solidez do que o padrão de crescimento puxado pela demanda externa, como ocorreu em 2003 e 2004. ?Hoje temos esse crescimento liderado pelo aumento de demanda interna, no qual destacam-se o aumento da renda e do crédito?, afirmou.

Questionado sobre a volatilidade do cenário externo, Meirelles afirmou que o Brasil é hoje uma economia significativamente menos vulnerável aos choques externos do que no passado. E, ao ser indagado sobre o peso dessa mudança no cenário internacional na decisão do Copom, respondeu: ?Aguardem a ata?.

Como de praxe, o presidente do BC ilustrou com números essa redução da vulnerabilidade externa e a sustentação do crescimento econômico em palestra realizada no evento de comemoração dos 50 anos do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC).