O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) de Hong Kong, medido pelo HSBC, caiu para 51,2 em fevereiro – o nível mais baixo em quatro meses – em comparação com a leitura de 52,5 em janeiro.

A baixa foi motivada pela aumento modesto tanto da produção como das novas encomendas. Ainda assim, o número segue no campo positivo. Isso porque uma leitura abaixo de 50 indica contração da atividade industrial do setor privado, enquanto qualquer número acima de 50 representa crescimento.

O PMI HSBC é calculado a partir de índices que medem as mudanças na produção, novos pedidos, emprego, tempo de entrega dos fornecedores e estoques de produtos adquiridos. É baseado em uma pesquisa feita pela Markit Economics com cerca de 300 empresas. As informações são da Dow Jones.