A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) conseguiu, junto à Capitania dos Portos do Paraná, autorização para ampliar a área de fundeio do terminal portuário de Paranaguá, reservada para os navios ancorados que aguardam para atracar e realizar o embarque ou desembarque de produtos. A portaria número 31/2010, do dia 30 de agosto, aumenta em 35% o espaço, que passa de 17km2 para 23km2. Com isso, a capacidade da área de fundeio, que era de 21 embarcações ancoradas, agora é de 28 navios.

Segundo o superintendente da autarquia, Mario Lobo Filho, a nova norma deve aumentar a segurança das operações marítimas. “Com área de fundeio maior, os navios não precisam aguardar fora da baía de Paranaguá. Isso significa que as embarcações não vão depender de funções climáticas, que podem fechar o canal de acesso ao porto”, explica.

Outro resultado esperado é maior agilidade na atracação e desatracação dos navios. “A troca dos navios que terminaram de operar e aqueles que aguardam sua vez na fila será mais rápida. Isso vai garantir que nossos usuários ganhem tempo e esta é mais uma vantagem que o porto passa a oferecer”, ressalta Admilson Lima, engenheiro do núcleo de assuntos marítimos da Appa. Nesta quinta-feira (2), o Porto de Paranaguá tinha seis navios fundeados, 27 navios aguardando e 12 navios atracados no cais comercial.