Faltam pouco mais de 6 milhões de toneladas para que os Portos do Paraná superem o volume total das cargas movimentadas no ano passado. Segundo levantamento da Administração dos portos de Paranaguá e Antonina (APPA), os portos Paranaenses movimentaram 22,6 milhões de toneladas de janeiro a 31 de agosto deste ano, contra 28,5 milhões de toneladas movimentadas em todo o no ano passado. Os números permanecem expressivos quando comparados no quesito acumulado. Enquanto neste ano o volume ultrapassa a marca dos 22 milhões de toneladas, o índice do acumulado de 2002 (até 31 de agosto) chega a 19,4 milhões de toneladas.

Carga Geral

As mercadorias do setor da Carga Geral representaram até o momento mais de 3,1 milhões de toneladas, contra 2,9 milhões no mesmo período do ano passado. Em todo o ano de 2002, o Porto de Paranaguá movimentou 4,6 milhões de toneladas de produtos da Carga Geral. O destaque neste segmento está por conta da madeira que, no acumulado deste ano, movimentou 887.537 toneladas, enquanto que no mesmo período de 2002 foram embarcadas 781.293 toneladas. Em todo o ano passado foram exportadas 1,2 milhão de toneladas.

Granéis sólidos

A movimentação dos produtos do segmento Granéis Sólidos também estão representando uma alta significativa. São 15,9 milhões de toneladas de janeiro a agosto de 2003, contra 13,7 milhões de toneladas no mesmo período de 2002. Faltando ainda quatro meses para o final do ano, o Porto de Paranaguá está quase alcançando a totalidade de 2002, quando foram movimentadas 19,2 milhões de toneladas. A exportação de soja vem sendo um dos fatores responsáveis por este crescimento. São 5,2 milhões de toneladas no acumulado deste ano, contra 4,2 milhões de toneladas no mesmo período de 2002. O volume exportado em 2003 é superior ao total do ano passado, quando foram embarcadas 5,1 milhões de toneladas.

Outro destaque é o fertilizante. As importações do produto representaram no acumulado deste ano, 3,4 milhões de toneladas, enquanto que no mesmo período de 2002 o volume chegou a 2,7 milhões de toneladas. No ano passado inteiro, o Porto de Paranaguá importou 4 milhões de toneladas de fertilizante.

Granéis Líquidos

A exportação de óleos vegetais vem sendo um dos principais fatores que estão contribuindo para o crescimento da movimentação do segmento Granéis Líquidos pelo Porto de Paranaguá. No acumulado do ano o porto já movimentou mais de 1 milhão de toneladas, enquanto que no mesmo período de 2002 foram exportadas 754 mil toneladas do produto. O total movimentado no segmento está representando até agora 3 milhões de toneladas, contra 2,4 milhões de toneladas no acumulado do ano passado.

Antonina

A movimentação de cargas registradas pelo Porto “Barão de Teffé”, em Antonina, também é um importante exemplo de como vêm se comportando as operações portuárias dos terminais paranaenses. De janeiro a agosto deste ano, foram movimentadas 506.978 toneladas, enquanto que no mesmo período de 2002 o volume foi de 303.819 toneladas. Em todo o ano passado, o volume movimentado chegou a 658.670 toneladas. Os produtos de maior destaque no Porto de Antonina são congelados, ferro e fertilizante.

As exportações de congelados são representadas pelos seguintes números:138.130 toneladas de janeiro a agosto de 2003, contra 84.013 toneladas no mesmo período de 2002; os embarques de ferro chegam aos seguintes volumes:113.544 toneladas no acumulado de 2003, contra 12.651 toneladas em 2002 e, por fim, a importação de fertilizantes, incrementada com o retorno das barcaças e que neste ano já representou um volume de 156.608 toneladas, enquanto que em 2002 (no acumulado do ano) as importações registraram 1.745 toneladas.

Navios

De janeiro a agosto deste ano, exatos 1494 navios atracaram nos portos de Paranaguá e Antonina. No ano passado, neste mesmo período, este volume chegou a 1358 embarcações. Em todo o ano passado, os portos paranaenses registraram 2050 navios. Deste total, as embarcações vindas do Chipre (189), Libéria (142) e Panamá (273) foram os que mais estiveram nos portos no ano passado.