As cadernetas de poupança registraram em novembro captação líquida positiva de R$ 4,469 bilhões. O valor é 169,7% superior ao observado em igual mês de 2008.

Dados divulgados hoje pelo Banco Central mostram que o resultado do mês passado foi o segundo melhor de 2009, atrás apenas do observado em julho, quando os depósitos haviam superado os saques em R$ 6,672 bilhões.

De acordo com dados do BC, o saldo positivo do mês passado foi gerado pelos depósitos totais de R$ 100,538 bilhões e saques de R$ 96,069 bilhões. A última vez em que as aplicações atingiram a casa de R$ 100 bilhões foi em dezembro do ano passado.

Normalmente, novembro e dezembro são meses com captação superior à observada nos demais períodos porque os trabalhadores recebem as parcelas do 13º salário.

Além da captação positiva de novembro, houve ainda o rendimento de R$ 1,470 bilhão das contas já existentes. Assim, o mês de novembro terminou com saldo de R$ 308,391 bilhões no conjunto de todas as cadernetas no sistema financeiro. No acumulado dos 11 primeiros meses deste ano, as cadernetas registram captação líquida de R$ 21,240 bilhões.