O PPS anunciou nesta sexta-feira que entrará com um requerimento para realizar uma audiência pública na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara com o objetivo de discutir a dívida bilionária da Petrobras com a Receita Federal. O partido esclarece, no entanto, que quer convidar o diretor Financeiro e de Relações com Investidores da estatal, Almir Barbassa, para a audiência. Informação divulgada anteriormente pelo PPS citava que o convite seria dirigido ao gerente executivo de Finanças da Petrobras, Gustavo Tardin Barbosa. A legenda apresentará o requerimento na próxima semana.

Por causa de R$ 7,39 bilhões devidos ao Fisco, a Petrobras teve revogada a Certidão Negativa de Débitos por uma decisão da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). O PPS informou ainda que também estenderá o convite ao secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Freitas Barreto. O requerimento para o comparecimento de Barbassa e Barreto será assinado pelo deputado Arnaldo Jardim (SP). “O que não pode é a companhia correr o risco de ter, a qualquer momento, suas atividades paralisadas”, afirmou em nota divulgada pela sigla. A Certidão Negativa de Débitos é necessária para que a estatal realize operações comerciais.