Após anunciar a decisão de política monetária, que manteve a taxa de juros inalterada pelo quinto mês consecutivo em 2,50%, o presidente do Banco da Coreia (BoK, na sigla em inglês), Kim Choong-soo afirmou que a decisão foi unânime entre os membros do conselho da autoridade monetária sul-coreana.

Ao discursar após o anúncio, o presidente do BC da Coreia do Sul manteve a perspectiva de crescimento para 2013 em 2,8%. Já a previsão para o produto interno bruto (PIB) foi reduzida frente à perspectiva anterior, passando de 4% para 3,8%.

Além disso, Choong-soo espera que a inflação feche o ano em 1,2% e encerre 2014 em 2,5%. Anteriormente, o presidente do BC sul-coreano esperava que a inflação fechasse em 1,7% e em 2,9% em 2013 e 2014, respectivamente. Fonte: Dow Jones Newswires.