A primeira prévia de abril do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), apresentou oscilação de 1,37%. Os grupos que apresentaram maior variação foram Vestuário(4,99%) e Transporte e Comunicação (2,16%).

Os itens que mais influenciaram a inflação, em ordem da maior para a menor contribuição, foram tarifa de ônibus urbano (10,54%), álcool combustível (16,11%), plano de saúde (7,49%), almoço e jantar (2,52%), gasolina (2,80%), café em pó (11,03%), agasalho feminino (29,93%) e sapato feminino (13,17%).

De acordo com o pesquisador do Ipardes, Marcelo Antonio, a variação desta primeira quadrissemana está atrelada à forte contribuição dos itens do vestuário da coleção outono-inverno, que chegam às lojas neste período de mudança de estação, e também dos combustíveis (álcool e gasolina) e passagens de ônibus urbano, que pressionam o custo de transporte das famílias.