O Procon começa, nos próximos dias, investigação preliminar para analisar a veracidade dos descontos oferecidos por diversas redes de farmácias em Curitiba. A determinação partiu do coordenador Algaci Túlio, ao receber ontem representantes do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Estado do Paraná. Eles manifestaram preocupação em relação à ocorrência de propaganda enganosa na promoção de descontos de medicamentos.

O sindicato também promoveu uma manifestação pública como alerta à população, com faixas, em frente ao Procon. A investigação a ser desencadeada deverá apurar também denúncias sobre a forma como as promoções vêm sendo veiculadas. Na publicidade deveria estar destacado quais os medicamentos em promoção ou a necessidade de consultar a lista de ofertas de preços.

Algaci Túlio salientou durante o encontro que a fiscalização do Procon já autuou alguns estabelecimentos em função do problema, e que o trabalho está tendo continuidade. Aos consumidores o Coordenador do Procon alerta para que verifiquem, na hora da compra, se o desconto concedido é o mesmo da publicidade, e que adquiram somente medicamentos que necessitam, evitando a automedicação.