Arquivo
Arquivo

Foram produzidos 246,4 mil unidades, sendo que 198,8 mil foram vendidas no mercado interno.

As vendas no mercado interno e a produção de veículos bateram recordes no mês passado, que resultaram no melhor mês de junho da história do setor, segundo divulgou nesta quinta-feira (5) a Anfavea. O desempenho superou, inclusive o mês de junho de 1997, que detinha até então os recordes de vendas e produção. Foram produzidos 246,4 mil unidades em junho deste ano, sendo que 198 8 mil unidades foram vendidas no mercado interno.

A indústria automotiva vive também o melhor semestre de sua história em vendas e produção de veículos. Nos primeiros seis meses deste ano foram produzidos 1,38 milhão de veículos, e no mercado interno foram comercializadas 1,08 milhão de unidades. De acordo com o presidente da Anfavea, Jackson Schneider, as razões para o sucesso da indústria automobilística estão na estabilidade e na previsibilidade da economia, que incentivam o consumo.

Em entrevista coletiva à imprensa, Schneider afirmou que o volume de crédito ofertado no País aumentou 23,9% em maio de 2007 ante maio de 2006, passando de R$ 56,4 bilhões para R$ 69,9 bilhões.

Os juros nessas operações caíram 5,5 pontos porcentuais em maio de 2007 ante o mesmo mês de 2006, de 24,9% ao ano para 19,4% anuais.

O porcentual de pessoas que financiaram a compra de veículos em prazos superiores a 36 meses subiu 15 pontos porcentuais, de 34% em maio de 2006 para 49% em maio de 2007. A inadimplência nos financiamentos do setor caiu de 3,1% em maio de 2006 para 2,9% em maio deste ano, diante de uma média de inadimplência de 7,1% para os financiamentos de outros bens.

"Não parece ser uma bolha de crescimento amparada no crédito. Temos um crescimento estruturado e uma economia previsível, que possibilitam a continuidade da tomada de crédito. É o momento de projetar o futuro", explicou Schneider.