A produção brasileira de aço bruto atingiu em setembro 2,7 milhões de toneladas, segundo o Instituto Aço Brasil (IABr). O resultado representa uma queda de 7% frente a agosto e de 1,2% se comparado ao registrado no mesmo período do ano passado. Os dados da entidade mostram ainda que a produção de laminados somou 2,1 milhões de toneladas, volume que corresponde a uma retração de 1,1% sobre agosto e um aumento de 6,2% em relação a setembro de 2009. No acumulado do ano, a produção de aço bruto já totalizou 24,8 milhões de toneladas, um incremento de 34,4% sobre o mesmo mês do ano passado. Já a produção de laminados acumulou 19,7 milhões de toneladas, uma alta de 40,5% no período.

Pelos dados do IABr, as vendas internas atingiram 1,8 milhão de toneladas em setembro. Os números refletem uma redução de 2% sobre agosto e uma alta de 7,9% frente a setembro de 2009. As vendas acumuladas em 2010 somaram 16,3 milhões de toneladas e apontam para uma expansão de 42% sobre o mesmo período do ano passado.

As exportações de produtos siderúrgicos em setembro atingiram 564 mil toneladas, gerando uma receita de US$ 418 milhões. No acumulado do ano, as vendas no exterior foram de 6 milhões de toneladas, o que rendeu US$ 5,8 bilhões. Em volume, as exportações registraram uma queda de 5%, enquanto o faturamento cresceu 10,6% quando comparado ao mesmo período do ano passado. Em setembro, as importações chegaram a 552 mil toneladas, movimentando US$ 532 milhões. Em 2010, o volume importado somou 4,4 milhões de toneladas, resultado 160,2% acima do igual período de 2009.