A produção da indústria da Argentina registrou queda de 1,2% no primeiro semestre, na comparação com igual período do ano passado, após ajustes sazonais, informou nesta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (INDEC). Sem ajustes sazonais, a queda foi de 1,3%.

Em junho deste ano, a produção industrial recuou 0,5% ante maio, após ajustes sazonais. Sem ajustes, houve avanço de 1,2%. Na comparação anual, houve alta de 0,9% em junho ante igual mês do ano passado, após ajustes, enquanto sem ajustes houve queda de 0,8%.

De acordo com o INDEC, 72,2% das companhias prevê um ritmo estável na demanda interna no terceiro trimestre deste ano, na comparação com igual período de 2014, enquanto 14,2% preveem aumento na demanda e 13,1% uma queda. No caso das exportações totais, 68,7% das empresas esperam estabilidade, 17,2% preveem aumento e 14,1%, queda.