A produção das indústrias e de complexos de energia da zona do euro se recuperaram em agosto, após uma queda acentuada em julho, segundo dados divulgados pela agência oficial de estatísticas da União Europeia, Eurostat.

Os níveis de produção aumentaram na maioria dos países da zona do euro, incluindo uma evolução notável na Alemanha, a maior fabricante e a economia mais forte da região. A produção industrial italiana e finlandesa recuou, no entanto.

A Eurostat informou nesta segunda-feira que a produção industrial nos 17 países que usam o euro subiu 1,0% em agosto ante julho. Já na comparação anual, a produção caiu 2,1%. O aumento mensal foi o mais rápido em dois anos, desde a alta de 1,3% em julho de 2011.

Analistas consultados pela Dow Jones Newswires haviam previsto que a produção industrial avançaria 0,9% no mês e cairia 2,6% no ano. Fonte: Dow Jones Newswires.