A produção industrial da zona do euro cresceu pelo terceiro mês consecutivo em novembro de 2014, mas passou a cair no comparativo anual. Dados da Eurostat, a agência de estatísticas da União Europeia, mostraram nesta quarta-feira que a produção industrial do bloco aumentou 0,2% em novembro em relação a outubro, e sofreu retração de 0,4% ante novembro de 2013.

O resultado foi melhor que a expectativa dos analistas consultados pelo Wall Street Journal, que esperavam estagnação no mês e queda de 0,7% na comparação anual. O Eurostat também revisou os dados industriais de outubro, que passou a registrar alta de 0,3% no mês, ante o resultado de +0,1%, e de 0,8% no ano, ante a leitura anterior de +0,7%.

Como verificado no mês de outubro, o aumento na produção industrial foi puxado pelos bens de consumo, em mais um sinal de que a queda nos preços do petróleo está dando margem às famílias para investir em outros bens e serviços. Os bens de consumo duráveis registraram expansão de 1,9% em novembro, enquanto os não duráveis tiveram avanço de 0,5%. Fonte: Dow Jones Newswires.