A produção industrial da Itália caiu 1,1% em julho ante junho, em termos sazonalmente ajustados, com baixa em todos os principais setores com exceção de energia, segundo o instituto nacional de estatísticas (Istat).

A produção industrial na terceira maior economia da zona do euro caiu 4,3% em julho em relação ao mesmo mês do ano anterior, usando termos ajustados a dias úteis para os números anualizados, disse o Istat. O resultado marca o 23º declínio consecutivo na produção industrial.

Economistas consultados pela Dow Jones previam um ganho de 0,2% no mês e uma queda de 2,7% no ano. A produção industrial tinha mostrado sinais tímidos de recuperação, subindo em uma base mensal em junho e maio.

A leitura mensal de junho foi revisada para uma alta de 0,2%, em relação à estimativa anterior de um aumento de 0,3%, disse o Istat.

A produção no setor de energia da Itália cresceu 1,7% no mês, enquanto a produção de bens de capital – muitas vezes um indicador importante para o investimento empresarial – caiu 3,1%. A produção de bens intermediários teve baixa de 1,1%, enquanto a produção de bens de consumo recuou 0,3%. Fonte: Dow Jones Newswires.