A produção industrial na zona do euro (grupo de 16 países que adotam o euro como moeda) caiu 0,6% em junho ante maio e recuou 17% ante junho do ano passado, na menor queda em base anual desde fevereiro, segundo dados da Eurostat. O desempenho ficou abaixo da previsão de economistas, que esperavam alta de 0,3% em comparação mensal e declínio de 16,2% em base anual. A Eurostat revisou os dados de maio para aumento de 0,6% ante abril e queda de 17,6% ante maio de 2008. Originalmente, os dados eram de alta de 0,5% e declínio de 17%, respectivamente.

Após uma performance mais forte em maio, quatro de cinco setores registraram queda em junho ante maio, sendo a maior em bens de consumo duráveis, em que a produção caiu 4,2%.

A produção em bens de consumo não-duráveis aumentou 0,2% em junho ante maio, o único ganho mensal. Entre os países, a produção na Alemanha ficou estável em junho, enquanto na França aumentou 0,5%. Na Itália, a produção caiu 1,2%. Na União Europeia (16 países da zona do euro e mais 11 países-membros que não adotam o euro como moeda), a produção diminuiu 0,2% no mês e 15,6% em base anual. As informações são da Dow Jones.