O deputado Homero Pereira (PR-MT) disse que o governo sinalizou que as medidas de apoio ao setor rural que estão em estudo podem atingir o valor de R$ 66 bilhões. A proposta inicial do governo, apresentada na semana passada, representaria renegociação de cerca de R$ 56 bilhões. O deputado participou hoje da reunião no Ministério da Agricultura, entre os parlamentares da bancada ruralista com o ministro, Reinhold Stephanes, e o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Bernard Appy.

Segundo o deputado, na reunião de hoje o governo também sinalizou com a possibilidade de ampliação do prazo para pagamento das dívidas de investimento. A proposta inicial era de pagamento em cinco anos, mas hoje o governo informou que esse prazo pode ser ampliado em mais três anos, totalizando oito anos. "O pedido do setor privado é para pagamento em 17 anos", comentou Pereira.

Segundo parlamentares que participaram da reunião, os técnicos do governo sugeriram que o problema da renegociação está nas dívidas que têm risco do setor privado e não do Tesouro.

O deputado Marcos Montes ressaltou que ficou agendada uma nova reunião para discutir a questão da dívida agrícola na próxima terça-feira (dia 8). Devem participar do novo encontro, os ministros Stephanes e Guido Mantega, da Fazenda.