Os trabalhadores nascidos em agosto poderão sacar o abono anual de um salário mínimo (R$ 300) e o rendimentos pagos pelo Programa de Integração Social (PIS) a partir de quarta-feira (17/8). Esses benefícios serão liberados, também a partir de quarta-feira, para os funcionários públicos com final de inscrição 2 ou 3 no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).

O abono será pago para os participantes inscritos no fundo PIS-Pasep até 2000 que trabalharam com carteira assinada pelo menos 30 dias em 2004 e receberam até dois salários mínimos, em média, no ano passado. É preciso ainda que seus dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O rendimento será pago para o cotista do programa que ganhou acima de dois salários mínimos em 2004, foi cadastrado no PIS-Pasep até 4 de outubro de 1988 e possua saldo em sua cota. De acordo com a Caixa Econômica Federal, por determinação do Conselho Deliberativo de Administração do Programa PIS-Pasep as cotas receberam, este ano, correção monetária de 3,583% mais juros de 3% ao ano, além de 3% da rentabilidade obtida com as aplicações financeiras dos recursos dos participantes.

Os benefícios do PIS são pagos de acordo com o mês de nascimento do participante e os do Pasep conforme número final de inscrição do funcionário público no programa. O pagamento se estenderá até 30 de junho de 2006.

Mais informações podem ser obtidas pela internet, no site www.caixa.gov.br ou pelo telefone 0800-5740101.

Os servidores podem sacar os benefícios do Pasep em qualquer agência do Banco do Brasil. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.bb.gov.br ou pelo telefone 0800-72-90001.