Além do Paraná, outros quatorze estados brasileiros e o Distrito Federal iniciaram a etapa de maio da Campanha de Vacinação Contra Febre Aftosa, no dia primeiro passado. Mais de 125,4 milhões de bovinos e bubalinos deverão ser imunizados, o que representa um total de 62% do rebanho brasileiro.

A expectativa é que 100% dos animais sejam vacinados também nos estados do Acre, Amazonas, Amapá, Goiás, Maranhão, Minas Gerais (Circuito Pecuário Centro-Oeste), Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí, Rondônia, São Paulo, Sergipe, Tocantins, além do Distrito Federal.

Adquirir a vacina no comércio autorizado, transportar em recipiente refrigerado e aplicar corretamente nos animais são responsabilidades dos produtores. No final, eles devem apresentar os documentos (nota fiscal e inventário animal) na unidade local veterinária para sua comprovar a imunização dos animais.

A novidade da campanha deste ano é a força-tarefa que vai atuar na vacinação na calha do Rio Amazonas, onde está concentrada a maioria dos bovídeos do estado. Trinta profissionais do Serviço Veterinário Oficial, vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e aos Serviços Veterinários Estaduais, estarão no local para coordenar equipes de imunização e cadastramento dos rebanhos.

Na mesma etapa da Campanha de Vacinação, em 2007, nos 15 estados e no DF, a cobertura vacinal média foi de 97,56%. Foram vacinados mais de 132,6 milhões de bovídeos.