A queda de 13,4% da produção industrial no primeiro semestre de 2009 em relação ao mesmo período do ano passado é recorde histórico. A gerente de Análise e Estatísticas Derivadas do IBGE, Isabella Nunes, informou que desde o início da pesquisa da produção industrial, em 1975, nunca houve uma queda tão grande para um primeiro semestre.

O IBGE revisou o crescimento da produção industrial em maio ante abril de 1,3% para 1,2%. Já o crescimento de 0,2% na produção industrial de junho ante maio foi a sexta expansão consecutiva na comparação de mês contra o mês anterior.

A produção de bens de capital (máquinas e equipamentos), um indicador de investimentos, subiu 2,1% em junho na comparação com maio, de acordo com os dados divulgados hoje pelo IBGE. Mas na comparação com junho do ano passado, a produção de bens de capital caiu 24,4%. No primeiro semestre deste ano, houve queda de 23% em relação ao mesmo período do ano passado e, segundo o IBGE, nos 12 meses até junho a redução foi de 6,2% em relação ao período anterior.