As quedas da produção industrial e da massa salarial têm um impacto significativo no resultado de julho da arrecadação, segundo a Receita Federal. De acordo com a Receita, as quedas do Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido demonstram uma menor perspectiva das empresas. “Queda da arrecadação significa que as empresas estão tendo perspectiva de lucro menor do que no ano passado”, disse o Chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros, Claudemir Malaquias.

Para a Receita Federal, é possível que as empresas tenham atrasado o pagamento de tributos usando os recursos no pagamento da folha de pagamento. “Mas nós ainda estamos fazendo um levantamento”, disse Malaquias. Ele ressaltou ainda que as empresas podem calibrar, antes da chegada do Fisco, o pagamento de imposto de acordo com suas perspectivas de resultado. Malaquias ressaltou que esses resultados só serão verificados posteriormente. “Não sabemos se essas empresas estão ou não fazendo esse procedimento”, destacou.

É a quarta queda consecutiva das receitas administradas pela Receita e a quinta queda do ano. Apenas em fevereiro e março as receitas administradas não apresentaram queda real.