A Receita Federal corrigiu hoje a variação do aumento da carga tributária em 2006. Inicialmente, a Receita divulgou que tinha havido um crescimento de 0,95 ponto porcentual do Produto Interno Bruto (PIB) em 2006 na comparação com 2005. Pouco depois o número foi corrigido para 0,85 ponto porcentual do PIB.

A divulgação da carga tributária foi feita sem a presença do secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. O secretário adjunto, Carlos Alberto Barreto, informou que Rachid se encontrava em um evento em Belo Horizonte. Rachid, no entanto, foi visto nos corredores da Receita pelos jornalistas. Ao ser informado do fato, Barreto corrigiu a informação dizendo que Rachid estava se preparando para viajar para Belo Horizonte.

O anúncio da carga tributária de 2006 foi feito sem um aviso prévio e ocorreu após a divulgação da arrecadação tributária federal em julho. A carga tributária de 2006 é recorde histórico ao atingir 34,23% do PIB.