Pela primeira vez, as exportações brasileiras do agronegócio ultrapassaram em 12 meses a marca dos US$ 50 bilhões. Entre fevereiro de 2006 a janeiro de 2007, as vendas externas do setor totalizaram US$ 50,263 bilhões, valor 14,4% acima do exportado entre fevereiro de 2005 e janeiro de 2006, que foi de US$ 43,938. Os setores que mais contribuíram para o aumento das vendas foram o complexo sucroalcooleiro (70,7%); produtos florestais (10%); café (17,4%); sucos de frutas (41,7%); couros e produtos de couro (15,4%); cereais, farinha e preparações (154,9%).

As importações foram 30,6% superiores aos doze meses anteriores, com gastos de US$ 6,818 bilhões. Como resultado, o superávit comercial acumulado nos 12 meses foi de US$ 43,445 bilhões. Os números da balança comercial foram divulgados nesta segunda-feira (12/2) pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Luís Carlos Guedes Pinto, com base nos dados da Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio do Mapa.

Recorde

Segundo Guedes, em janeiro de 2007, as exportações do setor somaram US$ 3,772 bilhões, representando um crescimento de 28,7% em relação a igual período do ano anterior. As importações no período chegaram a US$ 611,7 milhões (+ 25,1%), gerando um superávit de US$ 3,160 bilhões. Tanto o valor das exportações quanto o superávit comercial são recordes históricos para meses de janeiro.