A Comissão Reguladora de Ativos Mobiliários da China (CSRC, na sigla em inglês) autorizou uma segunda rodada de ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) com 12 empresas.

A metade delas será listada na Bolsa de Xangai e a outra metade na Bolsa de Shenzhen, afirmou a CSRC, via sua conta oficial na rede social Sina Weibo. O regulador não detalhou quem são as empresas. Mesmo assim, 11 delas já publicaram prospectos para a oferta e têm como objetivo captar um valor combinado de 3,4 bilhões de yuans (US$ 548 milhões), acrescentou.

A CSRC retomou o mercado de IPOs no mês passado, quando permitiu que 10 empresas oferecessem suas ações aos investidores. Em janeiro, o regulador havia encerrado um hiato de 14 meses sem IPOs, mas em março as ofertas foram abruptamente interrompidas. Analistas sugeriram que essa interrupção foi causada por condições desfavoráveis no mercado e por brechas nas novas regras para oferta de ações emitidas no ano passado. Fonte: Dow Jones Newswires.