O comissário econômico da Comissão Europeia, Olli Rehn, disse hoje que grande parte da responsabilidade de uma solução para a atual crise da Grécia recai sobre as autoridades gregas e todos os líderes políticos do país. “Esperamos que o Parlamento grego endosse o programa de reformas econômicas”, disse Rehn.

Segundo ele, é “lamentável” que os esforços para uma união nacional tenham falhado ontem. “Na verdade, os esforços necessários para evitar um default (não pagamento da dívida) – o que seria uma catástrofe para a Grécia – são de responsabilidade de todas as forças políticas”, diz Rehn em nota publicada no site da União Europeia.

Rehn disse que “os próximos dias serão críticos para a estabilidade financeira e para a recuperação econômica da Grécia e da Europa. Confio em que os líderes da Grécia e da Europa irão se conscientizar de suas responsabilidades e agir de acordo”, concluiu.