A fábrica da Renault em São José dos Pinhais, no Paraná, comunicou ontem aos seus fornecedores que entrará em férias coletivas este mês. O período de descanso vai ocorrer entre os dias 26 de junho e 3 de julho. A assessoria de imprensa da montadora não confirmou as informações, mas, de acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (PR), mais de 1 mil trabalhadores ligados à produção vão ser dispensados do trabalho no período. A fábrica de veículos de passeio da Renault produz os modelos Scénic, Clio e Clio Sedan.

O sindicato atribuiu a decisão da montadora à falta de peças para a montagem dos veículos em razão de atrasos nas entregas de componentes provocados pela greve dos auditores fiscais da Receita Federal. A Renault é a terceira montadora a anunciar férias coletivas este mês.

A General Motors dispensou do trabalho durante dez dias 2,7 mil funcionários da fábrica de São José dos Campos (SP). A Fiat concedeu dias de férias para mil funcionários em Betim ( MG).