O governador Roberto Requião participou ontem da abertura da 28.º Exposição Feira Agropecuária e Industrial de Ponta Grossa (Efapi), que se realiza até o próximo domingo, 17. A presença do governador marca a retomada da realização da exposição após dois anos de ausência do mercado agropecuário regional. “Vamos dar todo o apoio possível para que esta feira nunca mais seja interrompida e para que se torne um dos maiores eventos do gênero no País”, garantiu Requião.

“Em cima desse ?boom? do agronegócio, tomamos uma série de medidas que trouxeram à economia paranaense mais 70 mil novas empresas e 500 mil novos empregos”. Ainda em Ponta Grossa, Requião disse que pretende também retomar a feira que era realizada no Parque Castelo Branco, na Região Metropolitana de Curitiba. Requião disse ainda que “é necessário discutir o modelo agrícola do Paraná e diversificar as culturas. Não podemos ficar apenas com a monocultura da soja e da madeira, e nem aceitar a subordinação de sementes patenteadas”.

A Efapi tem como novidade este ano a oferta dos serviços públicos prestados por 25 secretarias e órgãos públicos do governo estadual, coordenados pelo programa de governo “Paraná em Ação”. A previsão é que a exposição atraia um público de 70 mil pessoas.