Brasília – As reservas internacionais brasileiras diminuíram US$ 1,3 bilhão em março, totalizando US$ 51,6 bilhões, conforme revela o relatório mensal sobre Setor Externo, divulgado hoje pelo Banco Central.

O BC não fez intervenções no mercado doméstico de câmbio, em março, e dentre as operações externas o documento destaca a amortização de US$ 1,4 bilhão com o Fundo Monetário Internacional (FMI) e a receita de US$ 92 milhões com remuneração das reservas.

Quanto à dívida externa, que é consolidada com atraso mínimo de dois meses, o BC mostra que em janeiro as obrigações cresceram US$ 1,323 bilhão em relação a dezembro – um aumento de 0,6%, elevando a dívida total para US$ 216,253 bilhões.