O saldo líquido de 1.301.842 empregos formais gerados em 2012 foi o pior resultado anual do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) desde 2009, quando foram criadas 1.296.233 novas vagas com carteira assinada. Em relação aos 1.944.560 empregos criados em 2011, a queda foi de 33,05%, com ajuste.

Em dezembro do ano passado, o saldo do Caged foi negativo em 496.944 vagas, o pior resultado para o mês desde 2008. Em relação ao último mês de 2011, a piora foi de 17,86%, sem ajuste. Já na comparação com ajuste – que considera as declarações enviadas fora do prazo em dezembro de 2011 – a piora foi de 19%.

O resultado de dezembro foi pior que o estimado por instituições do mercado financeiro consultadas pelo AE Projeções. As previsões iam de queda entre 320.000 e 450.00, com mediana negativa de 395.000.