Ribeirão Claro – O prefeito de Ribeirão Claro, Mário Augusto Pereira, pretende embargar administrativamente a construção da Usina Hidrelétrica de Ourinhos (UHO), cujo lago vai alagar terras do município. O motivo: a total falta de informação da empresa responsável pelo empreendimento, Guascor Serviços, sobre a obra que está paralisada desde novembro passado. Além disso, o prazo previsto para a conclusão da obra expirou. Iniciada em meados de 2000, deveria ser concluída neste mês de julho.

A barragem da UHO deve ser construída no Rio Paranapanema, na divisa entre Jacarezinho (PR) e Ourinhos (SP). O lago da usina vai alagar terras de cinco municípios: Ribeirão Claro e Jacarezinho, no Paraná, e Ourinhos, Chavantes e Canitar, em São Paulo. Esses municípios formaram o Consórcio Intermunicipal da Represa de Ourinhos (Ciro).

“Não há mais o que esperar”, disse Mário Pereira. “Estamos prontos para agir no interesse dos paranaenses.” Se até o fim do mês, as obras não forem retomadas, o prefeito de Ribeirão Claro vai pedir à Assembléia Legislativa do Paraná que suspenda a licença estadual para a instalação da usina. “É um absurdo que ninguém saiba o que está acontecendo”, acrescenta ele.

A obra está paralisada desde que a construtora foi obrigada a realizar um novo estudo geológico da área onde será construída a barragem da represa.

Segundo o engenheiro Itacolomy Carvalho Júnior, gerente da obra, o projeto original, elaborado há 30 anos pela antiga Cesp (Companhia Energética de São Paulo), informa equivocadamente que o terreno da obra é formado exclusivamente por rochas quando na realidade ele se divide em diversos tipo de solo.

Itararema

A Duke Energy International, empresa que explora comercialmente a Hidrelétrica de Xavantes, na divisa com o Estado de São Paulo, deverá informar nos próximos dias aos prefeitos dos municípios que integram o Consórcio Itararema o valor a ser pago a título de indenização pelo alagamento de terras. O pedido de indenização foi oficializado na companhia energética pelo presidente do consórcio e prefeito de Ribeirão Claro, Mário Augusto Pereira.