A Europa está “diante do risco real do primeiro estado de insolvência descoordenada dentro da zona do euro”, se a Grécia não receber mais apoio, advertiu o ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schaeuble, em uma carta ao presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, e aos ministros das Finanças da zona do euro, de acordo com a o jornal alemão Die Welt.

Segundo o jornal, Schaeuble vê, portanto, a necessidade de um novo pacote de ajuda para a Grécia. “O retorno da Grécia aos mercados de capitais em 2012, como previsto no programa atual, parece mais realista”, declarou o ministro das Finanças, segundo o jornal. As informações são da Dow Jones.