O Serviço Federal de Inspeção Veterinária e Fitossanitária da Rússia (Rosselkhoznadzor) suspendeu temporariamente, a partir de hoje, as importações de carne bovina de três unidades brasileiras do frigorífico JBS Friboi e de carne de aves de uma unidade da Seara Alimentos, comprada pelo Marfrig em setembro de 2009. A partir de 14 de setembro, uma quarta unidade do JBS e a Alibem Comercial de Alimentos também não poderão enviar seus produtos para o mercado russo.

De acordo com informações que constam em comunicado divulgado no dia 25 de agosto no site do Rosselkhoznadzor, as unidades do JBS de Campo Grande, Naviraí (MS) e Barra do Garças (MT), além da unidade de Forquilhinha (RS) da Seara, não poderão enviar seus produtos para a Rússia até que irregularidades constatadas pelo órgão sejam resolvidas. De acordo com o serviço de inspeção, a carne bovina proveniente das unidades o JBS contém teor acima do permitido de oxitetraciclina, um antibiótico de largo espectro utilizado para combater infecções causadas por bactérias. Já na carne de aves da unidade da Seara foi encontrada a bactéria listeria.

No mesmo comunicado, o serviço de inspeção russo suspendeu compras de uma unidade Swift Beef, dos EUA, e da Zaklad, da Polônia.

Em outro comunicado, do dia 1º de setembro, o Rosselkhoznadzor informou que estarão suspensas, a partir do dia 14 de setembro, as compras da unidade de Araputanga (MT) do JBS e da Alibem Comercial de Alimentos, de Santa Rosa (RS). A restrição foi imposta por causa da identificação das bactérias listeria e salmonela, respectivamente, em produtos dessas empresas.