Depois de uma semana de fluxo fraco, mas positivo, de US$ 382 milhões, o volume de saída de dólares no Brasil superou o de entrada em US$ 647 milhões em junho até o dia 12, informou nesta quarta-feira, 17, o Banco Central. No fechamento de maio, o resultado também havia sido negativo em US$ 2,077 bilhões.

Nas operações financeiras, houve resultado negativo no período com envios de US$ 984 milhões nos primeiros 12 dias de junho, já descontados os ingressos. Chegaram ao País por esse canal no período US$ 21,135 bilhões, enquanto US$ 22,120 bilhões deixaram o território nacional. A área financeira reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucros e pagamento de juros, entre outras operações.

O comércio exterior é que amenizou o saldo negativo, ao registrar a conta no azul em US$ 337 milhões nas duas primeiras semanas de junho, com importações de US$ 6,066 bilhões e exportações de US$ 6,403 bilhões. Nas exportações, estão contabilizados US$ 1,278 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 1,842 bilhão em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 3,282 bilhões em outras operações.

Semana passada

De acordo com BC, o volume de saída de dólares no Brasil na semana de 8 a 12 de junho superou o de entradas em US$ 1,029 bilhão. Na semana anterior, de 1 a 5, o resultado havia ficado levemente positivo em US$ 382 milhões.

Nas operações financeiras, houve resultado negativo na segunda semana do mês com envios de US$ 614 milhões, já descontados os ingressos. Esta via foi responsável pela entrada de US$ 13,587 bilhões no período, enquanto US$ 14,201 bilhões deixaram o território nacional.

Já no comércio exterior, o saldo ficou no vermelho em US$ 415 milhões nos primeiros 12 dias úteis de junho, com importações de US$ 3,737 bilhões e exportações de US$ 3,322 bilhões. Nas exportações, estão contabilizados US$ 801 milhões em ACC, US$ 963 milhões em PA e US$ 1,558 bilhão em outras operações.

Acumulado do ano

O fluxo cambial acumulado do ano segue positivo e caiu ligeiramente para US$ 15,146 bilhões até o dia 12 de junho, segundo BC. Em igual período de 2014, o fluxo estava positivo em US$ 5,821 bilhões. Até o encerramento de maio, o resultado estava positivo em US$ 15,794 bilhões e, até a primeira semana deste mês, em US$ 16,176 bilhões.

O saldo acumulado de 2015 até 12 de junho é resultado de entradas líquidas de US$ 7,933 bilhões da área financeira. Neste segmento foram registrados ingressos de US$ 259,008 bilhões e envios de US$ 251,075 bilhões no período.

No comércio exterior, o saldo anual até a mesma data ficou positivo em US$ 7,213 bilhões, com importações de US$ 76,333 bilhões e exportações de US$ 83,546 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 17,226 bilhões em ACC, US$ 19,091 bilhões em PA e US$ 47,229 bilhões em outras operações.