O aumento dos salários dos empregados domésticos, que saiu de 0,33% em junho para 1,26% em julho, foi o item de maior impacto individual, 0,05 ponto porcentual, na variação de 0,16% do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar da alta no item salários de empregados domésticos, o grupo Despesas Pessoais desacelerou de 0,67% em junho para 0,49% em julho, influenciado, sobretudo, pela queda de preços dos serviços de cabeleireiro (de 1,09% em junho para -1,10% em julho) e da redução da intensidade de alta dos serviços bancários (de 4,40% para 0,03%).