Os salários reais na Alemanha estagnaram no primeiro semestre do ano, segundo dados do Escritório Federal de Estatísticas, indicando que os aumentos salariais dos últimos três anos estão começando a se esgotar.

Os salários nominais na maior economia da Europa cresceram 1,5% no segundo trimestre em relação ao mesmo período um ano atrás. Mas isso não foi suficiente para compensar a inflação de preços ao consumidor de 1,5% neste intervalo.

Os salários reais caíram 0,1% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, após um aumento médio de 0,8% no segundo semestre de 2012.

Os dados indicam que os trabalhadores alemães perderam algum poder de barganha, mesmo enquanto a economia se recupera de um inverno fraco. Isso também ajuda a explicar a recente queda nas expectativas de renda das pessoas, o que ficou evidente nas pesquisas do principal instituto de pesquisa de mercado do país, o GfK.

Os salários reais na Alemanha aumentaram 0,5%, 1,2% e 1,5% em 2012, 2011 e 2010, respectivamente. Fonte: Dow Jones Newswires.