O ministro das Finanças da França, Michel Sapin, afirmou nesta quarta-feira que cabe ao governo da Grécia a apresentação das propostas aos seus credores para demonstrar que o país está pronto para fazer um esforço adicional para renovar a ajuda internacional.

As novas propostas esperadas pelo governo grego seriam menos rigorosas do que os acordos anteriores, mas deve mostrar que o país está pronto para fazer um esforço, disse Sapin.

“A única solução é chegar a um acordo com seus parceiros”, afirmou Sapin, referindo-se a outros países da União Europeia, o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Central Europeu (BCE).

Sapin reiterou ainda que a ausência de uma solução seria extremamente grave para a Grécia e os seus credores. As declarações de Sapin foram dadas em audiência na Câmara dos Deputados francesa. Fonte: Dow Jones Newswires.