A taxa de desemprego no conjunto das sete regiões metropolitanas pesquisas pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) permaneceu em 11% no mês de julho. A pesquisa, feita nas regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Salvador, São Paulo e no Distrito Federal, apurou que o contingente de desempregados foi estimado em 2,441 milhões de pessoas – 14 mil a mais que em junho. Em julho de 2010, a taxa de desemprego no conjunto dessas regiões estava em 12,4%.

O rendimento médio real dos ocupados caiu 0,5% em junho ante maio e passou a valer R$ 1.356. A massa de rendimentos caiu 0,5% no mesmo período. Na comparação com junho de 2010, o rendimento médio real dos ocupados subiu 0,5% e a massa de rendimentos aumentou 3,1%.