A pressa do governo em retomar investimentos em transporte e logística atrapalhou o processo de concessão da infraestrutura à iniciativa privada, segundo o secretário de Política Nacional de Transporte, Marcelo Perrupato. Os leilões de rodovias, por exemplo, já passaram por adiamentos – a BR-040 e a BR-116 estavam previstas para serem leiloadas em janeiro.

A tentativa de dar celeridade ao anúncio dos leilões, segundo Perrupato, levou a editais que não atraíram investidores e à desconfiança de empresários. “A pressa faz com que a coisa seja mal feita, e isso prejudica todo o processo”, disse o secretário, após cerimônia de abertura de evento sobre rodovias na capital paulista. Segundo ele, o governo não avaliou “adequadamente” o tamanho do desafio que é a modernização da infraestrutura logística e de transportes do País. “Não mediram adequadamente o tamanho do desafio”, afirmou.

“Entendo a angústia do governante para soltar as obras dentro de seu mandato, mas o porte dessas obras é tão grande que isso não é possível”, disse. “Não dá para esperar que a máquina pública se torne eficiente de uma hora para outra”, completou.