A confiança entre os consumidores japoneses caiu em julho, mostrou uma pesquisa do gabinete do Japão nesta sexta-feira. Esta é a segunda queda consecutiva do índice, que atingiu o menor nível em seis meses.

No sétimo mês do ano, mais pessoas estavam pessimistas sobre o bem-estar econômico e crescimento de renda nos próximos seis meses e elas acreditaram que não era um bom momento para comprar bens duráveis.

O índice de sentimento do consumidor caiu para 43,6 em julho, de 44,3 em junho, segundo dados ajustados sazonalmente.

A mesma pesquisa também mostrou que 86,2% dos consumidores esperam que os preços subam no futuro, a taxa mais alta desde setembro de 2008, ante 83,9% em junho. Os dados de expectativas de inflação são monitorados pelo governo japonês e pelo Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) para avaliar as expectativas de inflação na economia.

O índice de confiança do consumidor reflete as perspectivas dos consumidores sobre a situação de vida, crescimento da renda, as condições do mercado de trabalho e as perspectivas de compra de bens duráveis. O índice atua como referência para dados sobre gastos dos consumidores.

Uma pontuação acima de 50 indica que os consumidores estão esperando melhores condições em meio ano. O índice não atinge 50 anos ou mais desde fevereiro de 2006. Fonte: Dow Jones Newswires.