São Paulo

– A inadimplência, tanto de pessoas físicas quanto jurídicas, caiu 10,4% em abril deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo a Serasa. O volume total de títulos protestados foi de 708 mil (35 mil por dia, em média), ante 790 mil em abril de 2002.

Nos quatro primeiros meses do ano, a inadimplência caiu 11,5% ante igual período do ano passado. Foram verificados 3 milhões de protestos de janeiro a abril de 2003 ante 3,389 milhões no primeiro quadrimestre de 2002.

Quando separados, verifica-se que o volume de protestos de pessoas físicas caiu 11,4% em abril na comparação com igual mês do ano passado e o de pessoas jurídicas, 9,5% em igual período comparativo. Nos quatro primeiros meses do ano, os títulos protestados de pessoas físicas somaram 1,2 milhão (-15,9% em relação a 2002). Os de pessoa jurídica, 1,6 milhão (-7,9%).

Falências e concordatas

A pesquisa da Serasa mostrou que as falências requeridas (1,4 mil) em todo o País em abril deste ano caíram 16,8% na comparação com o mesmo mês de 2002. O total de falências decretadas também caiu. Em abril de 2003, foram 383, com decréscimo de 15,3% em relação ao mesmo mês de 2002. O volume de concordatas requeridas (33) apresentou queda de 17,5% no quarto mês do ano, comparado com igual mês de 2002. O volume de concordatas deferidas (26) aumentou 13% no mesmo intervalo de comparação.