Os servidores da Justiça do Trabalho do Paraná fazem paralisação de 48 horas nesta quarta (11) e quinta-feira (12). De acordo com o sindicato da categoria, a paralisação se deve ao não envio do projeto de lei que trata da revisão salarial. Ao todo, cinqüenta e dois tribunais regionais federais do país aderiram à mobilização.

Segundo o Sindicato dos Servidores da Justiça do Trabalho do Paraná (Sinjutra), o protesto é uma resposta da categoria à interferência das associações nacionais de magistrados e procuradores, que atuaram no Supremo Tribunal Federal para impedir que o projeto da revisão salarial fosse remetido ao Congresso.

“Até agora não recebemos nenhuma proposta para a reivindicação de reajuste salarial”, afirma a coordenadora do Sinjutra, Carla Rovel. Representantes de sindicatos de todo o país se reúnem no próximo sábado com o sindicato patronal, onde serão definidos os rumos da mobilização. Segundo Carla, não está descartada a possibilidade de uma greve por tempo indeterminado.

As unidades da Vara do Trabalho vão funcionar com efetivo mínimo durante a paralisação e o atendimento à população ficará mais lento.