Depois de anos de crise, as micros e pequenas empresas de Franca e Birigüi, que representam 90% das indústrias do setor, comemoram a recuperação do mercado calçadista. Com um crescimento em 2007 de quase 10% na produção de cada um dos pólos, os empresários buscaram capacitação para diversificar e melhorar a qualidade dos produtos e tornaram-se mais competitivos. Neste ano, 18 deles vão expor suas coleções no estande coletivo do Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP), na 35º Couromoda 2008, que começa no dia 17, em São Paulo.

Um informe do Sebrae mostra que o pólo calçadista de Franca – um dos mais importantes centros de moda em calçado masculino – estará representado na Couromoda por 12 pequenas e micro empresas da região. Com um crescimento de 7,84% na produção total de pares de sapatos em 2007 e um aumento de 13,50% nas vendas do mercado interno ante 2006, as micro e pequenas empresas, responsáveis por 90% das indústrias de calçado de Franca, aguardam 2008 com muito otimismo.

Segundo o informe, no ano passado o Sebrae-SP atendeu 30 micro e pequenas empresas em Birigüi e 445 em Franca, com oficinas de capacitação, consultorias nas áreas de finanças e administração, gestão da produção, marketing e vendas. Este apoio resultou na geração de novos postos de trabalho, além da redução de custo e maior rentabilidade das empresas.