O sindicato alemão Verdi convocou novas greves na próxima semana no Deutsche Post, após fracasso em negociações com a empresa de serviços postais sobre um acordo coletivo.

O Deutsche Post disse que o sindicato fez uma demanda por um aumento de 5,5% nos salários de cerca de 130 mil funcionários, além de sua proposta anterior, de reduzir a carga de trabalho para 36 horas por semana, a partir de 38,5 horas por semana.

“As demandas de Verdi para uma redução do horário de trabalho semanal com reajuste salarial completo, enquanto ainda pede um aumento firmado de salários em conjunto, são divergentes da realidade”, disse a integrante do conselho da empresa, Melanie Kreis. Ela acrescentou que, se forem aceitas as exigências do sindicato, os custos trabalhistas da empresa aumentarão em um adicional de 600 milhões de euros.

Após o impasse nas negociações de dois dias com o Deutsche Post – a quarta rodada nos últimos meses – o sindicato disse que deve anunciar o cronograma da greve logo.

O sindicato e o Deutsche Post têm se enfrentado em uma disputa sobre salários depois que a empresa anunciou planos de criar 10 mil novos postos de trabalho na companhia de encomendas em 2020. Por outro lado, a empresa afirmou que os salários dos novos trabalhadores seriam menores do que o de outros empregados do grupo. Fonte: Dow Jones Newswires.