O Estado de São Paulo foi o que mais gerou postos de trabalho no ano passado, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Em 2013, foram criadas 267.812 vagas.

O Rio de Janeiro foi o segundo Estado com o melhor resultado, com 100.808 vagas. O Paraná ficou com a terceira posição, com 90.349 vagas. Em quarto, ficou o Rio Grande do Sul, com 90.164 vagas. Minas Gerais ficou em quinto lugar, com 88.484 vagas. Os Estados que mais fecharam postos no ano passado foram Rondônia, com 3.221 vagas a menos, e Alagoas, com 1.484 a menos.

Por regiões, o Sudeste foi a região que mais abriu postos de trabalho, com 476.495 vagas; seguida pelo Sul, com 257.275 postos; Nordeste, com 193.316; Centro-Oeste, com 127.767; e Norte, com 62.318. As áreas metropolitanas criaram 331.229 postos de trabalho. São Paulo foi a que mais gerou postos de trabalho, com 129.401; seguida por Rio de Janeiro, com 72.827; Porto Alegre, com 33.274; Fortaleza, com 31.871; e Salvador, com 17.569.

O interior foi responsável pela criação de 465.542 vagas. São Paulo foi quem mais gerou postos de trabalho, com 138.411 vagas; seguido por Minas Gerais, com 81.979; Paraná, com 71.845; e Rio Grande do Sul, com 56.890.