O superávit comercial da China cresceu em junho para US$ 20,02 bilhões, superando os US$ 19,5 bilhões registrados em maio. O número de junho ficou acima das expectativas de analistas, que esperavam um superávit menor de US$ 14,6 bilhões. A China exportou US$ 137,4 bilhões em junho e importou US$ 117,4 bilhões.

As exportações chinesas em junho foram 43,9% maiores que no mesmo mês do ano passado, indicando uma desaceleração em relação ao avanço de 48,5% obtido em maio. As importações cresceram 34,1% em junho, menos que os 48,3% de maio.

O superávit maior que o esperado de junho pode intensificar pressões para que a China permita uma valorização mais rápida do yuan, diminuindo a competitividade de suas exportações e aliviando o desequilíbrio comercial. Em 19 de junho, o banco central chinês anunciou uma política de flexibilização gradual do yuan, moeda que há dois anos é atrelada ao dólar. Desde então, no entanto, a moeda chinesa subiu menos de 1% em relação ao dólar. As informações são da Dow Jones.