A balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 500 milhões na primeira semana de março (do dia 1º ao dia 7). Em cinco dias úteis, as exportações somaram US$ 3,379 bilhões e as importações atingiram US$ 2,879 bilhões, segundo dados divulgados hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

No período, a média diária exportada foi de US$ 675,8 milhões, o que representou um aumento de 25,9% ante a média verificada em março do ano passado (US$ 536,8 milhões) e uma queda de 0,3% em relação a fevereiro último (US$ 677,6 milhões). As importações tiveram um desempenho médio de US$ 575,8 milhões, o que significa um incremento de 26% em relação à média de março de 2009 (US$ 457 milhões) e uma queda de 12,2% ante fevereiro deste ano (US$ 655,7 milhões).

Em 2010, a balança comercial brasileira acumula, até a primeira semana de março, um superávit de US$ 727 milhões. O saldo acumulado no período é 52% inferior ao verificado em igual período do ano passado (US$ 1,516 bilhão). Apesar da queda, os dados do MDIC mostram uma corrente de comércio (soma de exportações e importações) de US$ 53,035 bilhões no ano, um valor 24,5% superior ao registrado em igual período de 2009 (US$ 42,584 bilhões).

As exportações somam, em 2010, US$ 26,881 bilhões, com média diária de US$ 625,1 milhões, valor 24,7% maior que a média registrada no mesmo período do ano passado (US$ 501,1 milhões). Já as importações totalizam US$ 26,154 bilhões, com média diária de US$ 608,2 milhões, o que significa um incremento de 30,3% em relação ao desempenho médio verificado em igual período de 2009 (US$ 466,7 milhões).