O pregão desta terça-feira (05) terminou com o dólar em queda de 1,71%, cotado a R$ 2,017. O resultado foi obtido após a intervenção do Banco Central (BC), que vendeu pouco mais que a metade dos 40 mil contratos negociados.

 A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou o dia em baixa, terminando as operações, às 17h14 (horário de Brasília), com recuo de 1,75% a 52.481 pontos. Entre as empresas que mais sofreram desvalorização nesta terça está a BSWVarejo, que teve ações com queda de 9,07% e a Usiminas, que desvalorizou 7,52%.