A inflação em Curitiba, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC), foi de 0,77% na terceira prévia de setembro, sendo o maior resultado das últimas dez prévias. O índice refere-se aos últimos 30 dias terminados em 22 de setembro. O cálculo foi realizado pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes). Com isso, o índice do acumulado do ano foi de 4,39% e dos últimos 12 meses de 5,98%.

A maior influência foi do grupo Transporte e Comunicação, com alta de 2,30% e contribuição de 0,56 ponto percentual no índice geral. Os aumentos nos preços da gasolina e do álcool combustível foram os maiores responsáveis pela elevação do índice.

Dentre os itens pesquisados, os que mais influenciaram, da ordem da maior para a menor contribuição foram: gasolina (8,64%), álcool combustível (11,65%), leite pasteurizado (-6,42%), batata-inglesa (-26,32%), conserto de veículos (3,59%), seguro voluntário de veículo (14,73%) e excursão turística (9,65%).