O volume de títulos protestados em todo o Brasil caiu 15,6% em agosto na comparação com julho, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) divulgados nesta quinta-feira, 04. Em relação a agosto de 2013, contudo, o número avançou 0,8%. Também houve aumento, de 8,3%, no acumulado do ano até o mês passado, em relação ao mesmo período de 2013. Em agosto, o valor médio dos títulos protestados foi de R$ 3.069.

Os dados mostram que o maior recuo mensal ocorreu no volume de títulos protestados de empresas (16,7%), enquanto o de pessoas físicas foi de 13,5%. Em relação a agosto do ano passado, porém, o volume subiu 7,3% para pessoas jurídicas, ao mesmo tempo em que recuou 9% para consumidores. Já no acumulado do ano, houve crescimento para ambos os segmentos: 10,1% para pessoas físicas e 7,3% para empresas.

Na análise dos títulos protestados por empresas por área do País, todas as regiões apresentaram queda em agosto ante julho. O maior recuo foi na região Sudeste (-18,4%), seguido por Sul (-16,8%), Norte (-16%), Centro-Oeste (-14,2%) e Nordeste (-12,5%). No acumulado do ano, contudo, o volume de títulos de empresas aumentou em todas as regiões: Centro-Oeste (14,2%), Norte (10,6%), Sul (7,8%), Sudeste (6,3%) e Nordeste (4,4%).