O número de protestos de títulos referente ao acumulado do ano até julho recuou 1,9% na comparação com o mesmo período do ano anterior, informou nesta sexta-feira, 9, a Boa Vista Serviços, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). Nesse período, houve queda de 3,8% para as empresas e aumento de 1,5% para as pessoas físicas.

Em relação a junho, o número de protestos teve alta de 9,7%, com expansão de 9,4% para empresas e 10,1% para pessoas físicas. Na comparação com julho de 2012, os títulos protestados de pessoas jurídicas cresceram 2,9% e os de pessoas físicas cresceram 15,1%, totalizando um acréscimo de 7,2%.